BragaFest.com – O melhor do entretenimento da Região

Boris Johnson se manifesta sobre sumiço de jornalista no AM | www.bragafest.com

Boris Johnson se manifesta sobre sumiço de jornalista no AM

Dom Phillips estava em um barco junto ao indigenista Bruno Pereira, a caminho da cidade de Atalaia do Norte, no Amazonas. Os dois estão desaparecidos desde o dia 5 de junho.

 Boris Johnson se manifestou pela primeira vez sobre desaparecimento de Dom Phillips no Amazonas

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, se manifestou publicamente nesta quarta-feira (15) sobre o desaparecimento do jornalista britânico Dom Phillips na Amazônia pela primeira vez.

Durante sessão do Parlamento, ele disse estar “profundamente preocupado”.

Veja também:

Sogra de desaparecido no AM acredita que a dupla está morta

PF faz buscas por Dom e Bruno onde objetos pessoais estavam

“Como todos nesta Casa, estou profundamente preocupado com o que pode ter acontecido com ele. O Ministério de Relações Exteriores está trabalhando em conjunto com as autoridades brasileiras”, respondeu ele ao ser questionado sobre o assunto por Theresa May, parlamentar conservadora e ex-primeira-ministra do país.

Johnson continuou, dizendo que o país está em contato com o Ministério da Justiça e Segurança Pública. “O que dissemos aos brasileiros foi que estamos prontos para oferecer todo o apoio que precisarem”, declarou.

SUMIÇO

Dom Phillips e o indigenista brasileiro Bruno Pereira estão desaparecidos desde o último dia 5, quando saíram de barco da comunidade ribeirinha São Rafael para Atalaia do Norte, no oeste do Amazonas. O trajeto tem cerca de 70 km.

Nesta semana, a família de Phillips no Reino Unido foi comunicada pela embaixada brasileira que dois corpos haviam sido encontrados amarrados a uma árvore e que aguardavam perícia –o que foi desmentido pela Polícia FederalO Itamaraty se desculpou aos Phillips pela informação cruzada.

PRISÃO

Na terça (14), um segundo suspeito de ter ligação com os desaparecimentos foi preso no Amazonas. Oseney da Costa de Oliveira, 41 anos, conhecido como “Dos Santos”, foi preso pelos agentes sob suspeita de ser cúmplice de Amarildo da Costa de Oliveira, o “Pelado”, preso na terça passada (7) por porte de munição de uso restrito das Forças Armadas. No barco de Amarildo, a polícia encontrou vestígios de sangue; o material foi encaminhado para a perícia.

DOL

site7
site3
site8
site5
site1
LCSITEMAS
site13
site10
previous arrow
next arrow