Logo Marca do Site BragaFest.com

Bragança, 18 de Junho de 2018

Contrate o bragafest 98437-0733

Braganca - PA, 18 de Junho de 2018 -- Publicado em: 13/06/2018 às 09:07:33

Vero amaznico ser marcado por muitas tempestades

Perodo concentra altas temperaturas e produz chuvas fortes

Postado por: bragafest
 Foto: Portal ORM 
Vero amaznico ser marcado por muitas tempestades


 partir deste mês, começa o “verão amazônico”, com pouca nebulosidade pela manhã, maior incidência de sol na superfície e temperaturas mais elevadas ao longo do dia, podendo chegar em média a 33°C. É o que explica o meteorologista Sidney Abreu, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), do 2º Distrito de Meteorologia (2º Disme), em Belém. “Essas altas temperaturas, atreladas às condições dinâmicas e termodinâmicas da atmosfera, como as altas umidades relativas e sistemas de brisas, permitem o desenvolvimento de nuvens de tempestades (cumulunimbus) durante a tarde e/ou início da noite, com chuvas na forma de ‘pancadas’ - ou seja, de forte intensidade, vento forte, relâmpagos, trovões e, em alguns casos, granizo. Esse período de forte calor estende-se até novembro, com baixos índices pluviométricos”, disse.



Ainda segundo Sidney Abreu, a “previsão do total de chuva para o mês de junho de 2018 é que fique 30% acima da média climatológica, que é de 185.3mm - ou seja, podendo chegar a 240.9mm”. Ele acrescentou que, no próximo dia 21, se iniciará o Solstício de inverno no Hemisfério Sul, que corresponde ao momento em que o sol atinge maior declinação em latitude em relação à linha do Equador.”Portanto, já podemos observar, no centro sul do Brasil, quedas acentuadas na temperatura do ar e ondas de frio. No entanto, a região Equatorial, onde estão situados os Estados do Norte do Brasil, recebem grande incidência da radiação solar durante o ano todo. Nesse período, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema que causava chuva durante o ‘Inverno Amazônico’, na maioria dos dias e por várias horas deixa de atuar sobre nossa região, se direcionando para latitudes mais ao Norte do Globo (em torno de 10°N)”. E, desta forma, afirmou, “se instala, a partir de junho, o ‘Verão Amazônico’”.



E, na capital paraense, o forte calor está sendo bom para os vendedores de água de coco. Jailson Moreira Barros, 37 anos, disse que, nessa época do ano, a venda diária do produto (que custa R$ 3) passa de aproximadamente 60 para 100 unidades por dia. Ele começa a trabalhar 5 da manhã, quando vai buscar a mercadoria na feira do Açaí, inicia a venda às 6 e termina sua jornada por volta das 18h30. Trabalhando há mais de 15 anos na esquina da travessa Frutuoso Guimarães com a rua 15 de Novembro, no centro comercial, Jailson disse que também vende bastante água mineral. “Normalmente, vendo três pacotes com 12 garrafas (500 ml, custando R$ 2 a unidade). Agora, que está quente, vendo cinco pacotes por dia”, acrescentou. 



O autônomo Alecsander Furtado, 20 anos, aproveitou para se hidratar no ponto de venda de Jailson. “Geralmente, e quando não está tão calor, consumo água de coco duas vezes ao mês. Nesse período, tomo todo final de semana. Também bebo mais água. E procuro ir mais em piscinas e igarapés”, contou o jovem, enquanto tomava uma água de coco.



Ali perto, em frente à igreja das Mercês, Kelle Cristiane Ferreira Matos, 32 anos, disse que a procura por água de coco aumentou a partir do dia 30. Normalmente, ela vende de 25 a 30 cocos por dia. Dependendo do tamanho, a unidade custa R$ 1,40 ou R$ 1,50. “Nessa época de calor, eu vendo 70 cocos por dia”, disse. Trabalhando das 7 às 17 horas, Kelle disse que sua estratégia é tratar bem o consumidor. “E, também, vender o coco bem gelado”, contou. O também autônomo André Luiz da Cruz, 29 anos, disse que o tempo está muito quente. E, para amenizar o calor, comprou um coco na venda de Kelle. “É bom para hidratar a pele. Eu gosto de tomar água de coco. Mas, nesse período do ano, eu tomo ainda mais”, disse. Jailson e Kelle também aproveitam para consumir o produto que vendem. “Aqui, desse lado, tem mais sol. Eu tomo água de coco três vezes ao dia”, afirmou Kelle, que trabalha naquele local há 16 anos. “Por causa do calor, a sede é grande”, completou Jailson.



PORTAL ORM




+Fotos

Deixe seu comentario pra gente!!!
Exibindo Notcia(s) de 1 a 15 | Total de Registros: 6754

16/06/2018 - Seguidores irritam Jojo Todynho com comentrios

16/06/2018 - Show de CR7: como Portugal arrancou o empate contra a Espanha

16/06/2018 - STF pode julgar pedido de liberdade de Lula no prximo dia 26

16/06/2018 - Redes sociais perdem espao como fonte de notcia, diz relatrio global

14/06/2018 - Apresentaes de quadrilhas e xote animam o ms de junho em Tracuateua

13/06/2018 - Vero amaznico ser marcado por muitas tempestades

13/06/2018 - Greve dos caminhoneiros custar R$ 15 bilhes para economia

13/06/2018 - Mais caro da Copa, Neymar vale mais do que 15 selees

13/06/2018 - Bruna Marquezine rompe com empresrioa aps 15 anos

12/06/2018 - JOGADOR DE BRAGANA ASSINA COM CLUBE DO REMO.

12/06/2018 - Raiva humana e malria avanam no Maraj

12/06/2018 - Concurso de quadrilhas comea nesta quarta-feira

12/06/2018 - Kim Jong-un se compromete com desnuclearizao completa

12/06/2018 - Campanha de vacinao ser encerrada na prxima 6 feira

12/06/2018 - 3 Encontro dos Agentes de Segurana Viria do Par